domingo, 4 de junho de 2017

As "vantagens" de ser extremista

Texto que li na revista Superinteressante de março de 2017.
É do comediante John Gleese, do Monty Python, nos anos 80, mas atualíssimo:
A gente tem ouvido muito falar sobre extremismo recentemente. O clima está duro, agressivo: muito desrespeito e pouca empatia.
O que nunca se ouve por aí é sobre as vantagens de ser extremista. E a maior delas é que o extremismo faz você se sentir bem. Ele te proporciona inimigos, afinal.
E com inimigos você pode fingir que toda a maldade do mundo está neles, enquanto toda a bondade reside em você.
Se você se juntar à esquerda radical: seus inimigos serão todas as  formas organizadas de autoridade, especialmente a polícia, mais os juízes, os Estados Unidos, as multinacionais e os moderados.
Agora, se você preferir ser um extremista de direita, sem problema, vai ter uma lista adorável de inimigos: minorias, sindicatos, manifestantes, socialistas e, naturalmente, os moderados.
Uma vez armado de uma dessas listas de inimigos, você pode fazer qualquer perversidade e, ainda assim, ter a certeza de que seu comportamento é justificável.
O extremismo, no fim das contas, tem uma única desvantagem: ele não resolve problemas.
Resolver problemas, afinal, envolve coisas frustrantes, como ouvir pessoas com pontos de vista diferentes do seu, e aprender com isso.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

O semáforo

Há um cruzamento, da Avenida Espanha com Carmem Dias Faria
Por lá eu passo quase todo dia
Nele um semáforo, que alguém até chama de farol, controlava o vai-e-vem, de sol-a-sol
Infelizmente, muitos problemas havia... hora estava apagado, hora só uma cor acendia,
hora só o alerta piscava, hora normal ficava, só a tardinha
E é assim por tanto tempo, aniversário já deve ter feito, outros já foram até trocados, mas do Avaré I permanece com defeito
Não sei se acontece em outros cantos da cidade, mas aqui o semáforo vai perdendo a credibilidade
Mesmo quando funciona, tem gente que vai só pela visão, se acha que está tranquilo, passa mesmo o vermelho dizendo "não".
Triste essa situação, pois as pessoas devem fazer o certo porque é o melhor, não só por medo de multa ou punição.
Quem sabe isso mude, lembrem do povo e ganhemos um semáforo novo, afinal esse é ano de eleição.

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

O engodo do horário de verão

Horário de verão é uma enganação.
Não falo sobre o quesito economia de energia, não tenho argumentos sobre isso,
Falo sobre a ilusão de se ter mais tempo no dia.
Chegamos em casa e parece que ainda é meio da tarde, que temos muito tempo para aproveitar. É verdade que ficamos com mais horas de sol, mas quando você menos percebe, já é 10, 11 horas da noite!
Fato é: se usamos uma hora a mais no horário de verão para fazermos algo que não fazíamos antes, temos que tirar essa hora de alguma outra atividade. E, normalmente, é do sono.